quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009

Sindrome de Peter Pan vs Infantilismo


Achei interessante este tema visto que é um sindrome pouco conhecido e que na psicologia ainda não é aceite como um problema psicológico real, embora tenha sido referido num livro da autoria do Dr. Dan Kiley, The Peter Pan Syndrome: Men Who Have Never Grown Up.

O Síndrome de Peter Pan é um conjundo de comportamentos infantis, por assim dizer, em adultos, são imaturos, narcisistas, irresponsaveis e rebeldes entre outros comportamentos que se podem verificar a nivel social, sexual e psicológico, supostamente com este sindrome o individuo nunca vai adquirir responsabilidade, recusa-se a crescer e a fazer as suas escolhas, não quer os deveres dos adultos. Podem habitar com os seus pais e não trabalhar.

Eu lembrei-me deste tema porque andando a passear outro dia no yahoo respostas li uma pergunta curiosa, Existem advogados que tentam safar os pedófilos baseando-se nos artigos que há escritos acerca deste tema. Pergunto-me como é possivel que isto aconteça quando o sindrome ainda não foi confirmado como sendo um disturbio psicológico real. É uma perspectiva horrivel.

Outro aspecto que acho necessário referir é o infantilismo, que é considerado uma parafilia, e este é aceite como real. Consiste no desejo de um adulto se tornar uma criança, o adulto veste-se como um recém-nascido e comporta-se como um bebe e sente prazer neste fingimento, embora não goste de o referir. Este não envolve de forma nenhum sexualidade com crianças, o individuo quer ser uma criança. Pensa-se que ocorre devido a traumas de infância como a falta de atenção ou afecto ou pode ter ocorrido uma regressão. O infantilismo pode afectar adultos e crianças.

Achei interessante este tema e deixo-vos com uma pergunta, qual a vossa opinião pessoal acerca de defender um pedófilo com um destes sindromes, tendo em conta que a pedofilia é um sindrome devidamente documentado e aparte destes dois?

Beijos

19 comentários:

  1. Penso que este tipo de sindrome se deve a uma clara falta de afecto e atenção durante a infância. Pode também ocorrer quando existe uma forte carência económica enquanto criança que depois tende a ser colmatada na fase adulta.

    Bom Post!

    BJS*

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que querer ser como o Peter Pan um bocadinho não tem mal nenhum. Não sou psicóloga (ainda que queira:P) contudo desde que não seja desmedida a vontade de ser criança não é mau.
    Por exemplo as pessoas escondem os seus sonhos debaixo das almofadas e conformam-se com o estilozinho de vida que levam...Pobretanas e vivendo em constante frustração. A simplicidade e a ingenuidade em relação ao mundo leva a descobrirmos e a lutarmos por coisas que são realmente relevantes...

    Questionar...
    Sonhar...
    Procurar a Verdade...
    =
    Tão giro!

    ResponderEliminar
  3. Acho q todos temos essa vontade de vez enquando, porém a sindrome é quando começa-se a ter essa imaturidade sempre...
    Quanto a pedofilia ainda nao a estudei mto para falar que é doença ou disturbio mental.. -Espero um dia saber..

    Questionar...
    Sonhar...
    Procurar a Verdade...[2]

    :*

    ResponderEliminar
  4. tenho 35 anos e meu corpo e aparencia é de um menino de 15/17 anos pode ser um sitoma da sindrome de peter pan ???

    ResponderEliminar
  5. Mesmo que o autor de um crime de pedofilia ou abuso sexual seja portador de uma patologia psicologica qualquer, ainda assim não se justifica a sua defesa baseada na suposta doença, uma vez que, acima do interesse em livrar da cadeia o criminoso (ou doente, como querem alguns), existe o direito à segurança e à vida, garantias constitucionais que devem se colocar adiante de quem as ameaça, ou seja, o pedófilo e todos os criminosos que atentem contra a segurança de nossas crianças.

    ResponderEliminar
  6. Bom eu to pesquisando bastante sobre o assunto, pois apesar de ser mulher eu me identifico muito com os sintomas da síndrome, e não encontro algo dizendo sobre tratamento disso...

    ResponderEliminar
  7. Antes de olharmos só para o sindrome em si, devia.se pensar tambem que as condiloes de educaçao, sociais e de comportamentos de vida mudaram. A vida mudou, os valores mudaram. O problema poderá estar no nivel de exijencia pessoal e na dificuldade de ver o quanto ridiculo é a vida real rotineira e sem porsperidade por valor propio.....Axo muito interessante pessoas formadas apenas se basearem no que estudam, quando podiam juntar conhecimento e lançar novas formas de pensar e educar....decerto isso nao resolvia so o sindrome do peter pan, resolvia tambem muito outros como a depressao, euforia , bipolaridade, ansiedade cronica e outras que todos sao quase directamente psicossomaticas !! será que ninguem ve isso, OU ESTA TUDO COM MEDO DE DIZER PRIMEIRO PARA NAO CAUSAR PANICO !!!

    ResponderEliminar
  8. VIVEMOS NUNS TEMPOS EM QUE PRATICAMENTE NINGUEM TEM SAUDE MENTAL E MORAL ACIMA DE TUDO PARA AVALIAR, JULGAR OU DIRECIONAR UMA CONDUTA SOCIAL..........andamos apenas, com a ciencia, a remendar e a tentar equilibrar a sociedade....e AQUI ENTRE NÓS A MANTER OCUPADO PORQUE NAO CONVEM QUE AS PESSOAS COMECEM A MOSTRAR QUE PENSAM MUITO, QUE PRATICAMENTE O SONHO EUROPEU SOCIAL NAO FOI DEVIDAMENTE ESTUDADO.... as epocas e eras sao ciclos....crianças que nascem sem tecto - constroem......crianças que nascem com tecto - confortam-se com a evoluçao pessoal e status......crianças que nascem com tudo feito ( quase todas)- começam a pensar na propia existencia e no sentido da vida( ex 1).....isto levamos a avaliar o sentido que tomamos de raiz, pois vou garanto que se recua.se.mos 15 anos atras, 35 % da populaçao europeia era internada como insana !! é curioso onde a liberdade nos conduziu, assim como com a populaçao a aumentar e praticamente as estruturas civis ja estao todas feitas, que faram as pessoas de futuro. Um sistema de hierarquia e de competiçao nao é uma mais valia real em termos macropopulacionais e de prosperidade intelectual....

    ResponderEliminar
  9. Incrivel como é dificil ser feliz neste mundo, tudo tem regra Sindrome de Peter Pan, Sindrome de Lula e etc.... regras, regras e regras e assim a vida luga vai embora......

    ResponderEliminar
  10. A raiz da existência está no instinto de conserv ação. Para o corpo o abrigo, o alimento; para o espírito, algo que o una ao absoluto, pois só este o pode satisfazer. Como não sabemos como nos apossar dele, criamos um mundo imaginário que pode ser resumido em uma só palavra: Deus. Sua deficiente criação resulta em um comportamento patológico. O que seria um encontro do espírito, que é relativo, com o absoluto, que é Deus, se manifesta então sobre a forma deste ou daquele comportamento doentio, mais ou menos grave. E agora, se me dão licença, vou jogar bolinha de gude com meu amigo Peter Pan... Tiau! a) Anônimo.

    ResponderEliminar
  11. Bom!
    Eu estava pesquisando sobre doenças raras na internet
    Ainda sou criança mas me interesso muito com esses assuntos,fiko o dia inteirinho na internet pesquisando sobre doenças fotos e tal, tambem gosto de pesquisar sobre lustres , sofas , mesas que estão na moda ,gostaria de ser arquiteta e decoradora e médica, mas é um sonho kk'
    se vocês verem fotos de doenças raras ou de móveis e tal que estão na moda mandem pro meu email : juliagomesdemacedo@gmail.com
    A e voltando pro assunto eu gostei muito da sua esplicação da sindrome do peter pan.Tinha muitas duvidas sobre isso,achei que era uma doença q as pessoas ficavam pequenas ou meio bobas!
    Sei lá mas acho que a sindrome do peterpan e o infantilismo não é uma razão para isso.
    Beijos...
    By : Julia

    ResponderEliminar
  12. Me interesso pelo tema e até estou preparando alguns artigos sobre, e vejo que é algo muito preocupante, visto que não se trata de uma acomodação na vida cotidiana, mas sim de ter medo de responsabilidade, de crescer, de ter que ser adulto em si.
    A pedofilia, assim como citado no texto acima pouco tem a ver com isso, pois provavelmente tem seu ínicio na primeira infância, enquanto os estudos mostram que a Sindrome de PeterPan pode-se remeter a personalidade, tanto quanto à infância mais agregada com a vivência com os pais
    é algo interessantissimo de se estudar e hoje por não ter dentro do DSM IV ainda muito restrito em conteúdos.

    ResponderEliminar
  13. Olá bom dia, antes de mais quero desejar a todos o Feliz Natal, e esperar que não seja preciso chegar a estes dias que antecedem o Natal para as pessoas andarem mais solidárias, mais humanas e disponiveis.
    Escrevo estas palavras porque este tema do Infantilismo está presente na minha vida à cerca de 29 anos, tenho 47 anos e sempre fui Infantilista, muito sózinho e infeliz até à uns anos por ter muitas perguntas e muito poucas respostas.
    Como descobri este tema e porque sou efectivamente um Infantilista de cima a baixo, uso Fraldas e Calças Plásticas todos os dias de dia e noite e adoro ser tratado como bébé, dormir de chucha na boca enfim, considero-me ABDL - Adult Baby Diaper Lover, disponibilizo-me para poder relatar a minha experiência de 29 anos se acharem interessante, eu gostava de dividir.
    Espero não ter chocado ninguem, não tenho essa intensão, á muito que vivo com isto naturalmente na minha vida.
    Beijinhos

    Paulo

    paulo.karaoke@gmail.com

    ResponderEliminar
  14. tenho 39 anos e talvez e me indetifico um pouco com o tema pois gosto mais da compania de pessoas mais jovens doque ficar opuvindo conversas de algumas pessoas q tem a minha idade, mais qw tem uma cabeça totalmente retro como se sempre tivesse essa idade. me sinto bem brincando é claro q tenho responsabilidades de uma mulher adulta q sou mais as vesez é muito chato. é isso ai feliz natal pra todos

    ResponderEliminar
  15. Tenho 30 anos e descobri que tenho isso aí, vou me tratar pois já perdi muitos empregos e namoradas, e minha mãe não quer que eu more sozinho, e se for tem que ser perto. Tento não culpar ela mas sei que parte disso vem da criação pois sempre fui superprotegido.Pior minha irmã está criando meu sobrinho do mesmo jeito. Ele tá pior que eu quando criança. Parece um ciclo do inferno. vou sair de casa e morar só mesmo que minha mãe não fale mais comigo.

    ResponderEliminar
  16. Pensei em fazer a minha tese sobre isso, estudo psicologia e venho pesquisando sobre a síndrome de peter pan, descobri coisas interessantes que isso pode causar, como a psicose, alem do mais na maioria dos casos nao eh soh o infantilizado que precisa de tratamento e sim os pais ou cuidadores... Complicado. Se alguem quiser trocar figurinhas sobre o assunto: anaflavia.silva@hotmail.com

    ResponderEliminar
  17. Cara, isso será otimo,pois quanto mais soubermos sobre o assunto melhor podemos
    evitar que isso aconteça.

    ResponderEliminar
  18. Olá, tenho 17 anos e já há algum tempo que me descobri infantilista. Sinto muito prazer em usar fraldas, chupeta, mamadeira, roupinhas de "bebês". Não sei bem o que causou o meu infantilismo, mas imagino que tenha a ver com a minha infância. Eu não era muito boa de saúde, por isso cresci quietinha no colo da minha mãe, enquanto as outras crianças normais corriam e brincavam. Acho que pode ser que tenha a ver...
    Aos 8 anos, em média, comecei a ter atitudes infantilistas (usar fraldas escondido), mas só aos 14 foi que eu descobri do que se tratava. Convivo com esse segredo diariamente, e sofro muito com isso. Sou muito quieta ainda, parada no meu cantinho. E acho que tudo tem a ver. Toda a formação da criança irá definir a personalidade que ela terá no futuro. E é isso que eu sou hoje: Infantilista, infelizmente... =|

    ResponderEliminar
  19. Tenho 14 anos e tenho um amigo que tem sindrome do petr pan ,nunca convrrsei com ele a respeito diso ,ate pq nao foi ele que, ,e contou .Gostaria de qner se um potador dessa sinrome pode ter uma vida normal .
    Li varias vezes sobre o assunto e entendo que a varios tratamentos e que ela e causada inicialmente por uma educacao mt super protetora por parte dos pais.

    ResponderEliminar

Post It Psicológico